Home Notícias Moçambique Pólo de Turismo Africano

CHINESES ERGUEM MAIOR HOTEL DO PAIS

Complexo inclui centro de conferências, Cinema, restaurantes, Discoteca, Sala de Banquete, Piscina e outros serviços. O investimento é avaliado em 250 Milhões de dólares Americanos Equivalentes a 7.500 Milhões de Meticais.

O Embaixador da Republica Popular da China, Li Chunhua, diz acreditar na transformação de Moçambique num destino turístico preferencial em África e num pólo de turismo ao Nível de continente africano.

Chunhua apontou como factores que jogam a favor do turismo nacional as paisagens que o país possui, a hospitalidade dos moçambicanos e também a sua localização geográfica que a considera de estratégica.

Moçambique é um país com fortes potenciais turísticas, Falo das lindas paisagens, do povo que é hospitaleiro e também tem a localização geográfica. O país está localizado na costa do oceano índico, dando uma vista invejável e é vizinho da África do Sul que é, neste momento, o país mais desenvolvido da África Austral e logo fica mais fácil chegar a Moçambique ”, disse.

Em entrevista ao Jornal Turista, o representante daquele país asiático disse que o seu governo está a empenhar-se no sentido de trazer mais empresas chinesas para investirem em Moçambique em vários ramos, sobretudo no turismo, uma vez que a maioria delas esta ligada à construção, havendo a necessidade de diversificar o investimento......

Para enriquecer atividade Turística no Bairro

ABRE UM MUSEU EM MAFALALA

Um museu será, em breve, erguido no mítico bairro da Mafalala em Maputo, com o objectivo de enriquecer a actividade turística que vem sendo desenvolvida naquela zona. O presidente da associação IVERCA, Ivan laranjeira que revelou estes dados, disse que o museu vai permitir que seja valorizada a Historia de Mafalala expondo trabalhos científicos sobre a zona.

Nos queremos tornar Mafalala num destino turístico, onde os turistas poderão conhecer mafalala  antes e depois da independencia através deste moseu. Quando falamos de turistas não nos referimos apenas do estrangeiro mais também aos nacionais, incluindo jovens deste bairro. O museu vai também olhar para os desafios de Mafalala”,desse.

A nossa fonte informou que o museu terá como anexo uma biblioteca, um centro social, um centro de formação onde os jovens do bairro terão ferramentas e conhecimentos para melhor desempenharem as suas actividades em benefício deles e das comunidades.

Financiado pelo Fundo para Ambiente de Negocio, uma organização Moçambique, o museu será erguido próximo do campo de futebol daquele bairro, numa área de 340 metros e o material de construção será de madeira e zinco……

Por Desidério Chambo Jornal Turista

Para enriquecer atividade Turística no Bairro

ABRE UM MUSEU EM MAFALALA

Um museu será, em breve, erguido no mítico bairro da Mafalala em Maputo, com o objectivo de enriquecer a actividade turística que vem sendo desenvolvida naquela zona. O presidente da associação IVERCA, Ivan laranjeira que revelou estes dados, disse que o museu vai permitir que seja valorizada a Historia de Mafalala expondo trabalhos científicos sobre a zona.

Nos queremos tornar Mafalala num destino turístico, onde os turistas poderão conhecer mafalala  antes e depois da independencia através deste moseu. Quando falamos de turistas não nos referimos apenas do estrangeiro mais também aos nacionais, incluindo jovens deste bairro. O museu vai também olhar para os desafios de Mafalala”,disse.

A nossa fonte informou que o museu terá como anexo uma biblioteca, um centro social, um centro de formação onde os jovens do bairro terão ferramentas e conhecimentos para melhor desempenharem as suas actividades em benefício deles e das comunidades.

Financiado pelo Fundo para Ambiente de Negocio, uma organização Moçambique, o museu será erguido próximo do campo de futebol daquele bairro, numa área de 340 metros e o material de construção será de madeira e zinco……

Por Desidério Chambo Jornal Turista

TURISTA.pdf 1,68 MB

Turismo/dezbiliões de meticais investidos no Sector em 2013

Maputo, 16 Jan. (AIM) – O sector do turismo, em Moçambique, regista umcrescimento significativo, visto que, no que tange ao desenvolvimento dahotelaria, só em 2013, foram investidos aproximadamente 10 biliões de meticais(o dólar custa 30 meticais no câmbio corrente)

Este investimento, segundo o Presidente moçambicano, Armando Guebuza,culminou com a construção de mais de 30 hotéis com cerca de 4.500 quartos eestá a contribuir com mais de 1800 novos postos de trabalho para cidadãosnacionais.
“Com este crescimento, vemos o nosso belo Moçambique mais exposto ao mundo,mais admirado e com um número de turistas nacionais e estrangeiros a crescer deano para ano” , disse, o Presidente, durante a cerimónia do lançamento daprimeira pedra do projecto de Desenvolvimento do Centro Internacional deConferências Joaquim Chissano (CICJC), em Maputo.

No entanto, Guebuza explicou que para que a indústria hoteleira continue acrescer, num mercado altamente concorrencial, é necessário que se continuem aatrair mais investimentos e apostar na qualidade e na gestão mais eficiente derecursos humanos.
Segundo o Chefe de Estado, a adopção de estilos de prestação de serviçosturísticos que estejam mais enquadrados com as especificidades da indústriaturística e com as melhores práticas preconizadas no programa nacional de bemservir, deve constituir uma prioridade.

Aliás, disse ainda que o turismo é, também, um factor de consolidação daunidade nacional e da paz, por gerar intensos contactos entre “nósmoçambicanos permitindo melhor que nos conheçamos e que conheçamos um crescentenúmero de espaços geográficos do país” .

O projecto cujo lançamento da primeira pedra foi hoje, abre, segundo Guebuza,mais uma oportunidade para que os moçambicanos e seus pares estrangeirosconstituam uma parceria para a construção e gestão do empreendimento que irá seerguer.
Para o estadista, o facto de haver alojamento garantido nos distritos até nospostos administrativos é outro indicador de que Moçambique está a registar umcrescimento assinalável na indústria turística.

“Temos, hoje, mais investidores nacionais a abraçarem esta indústria,lado-a-lado com os seus pares estrangeiros. Temos, hoje, mais turistasnacionais a desfrutarem do que existe, lado-a-lado com os cidadãos de outrosplanetas” , concluiu.

Portal do Governo

Investimentos & Oportunidades

A atracção do investimento directo estrang...