Home Descrição Geral Região Centro

Região Centro

A Zona Centro é constituída por quatro províncias: Tete, Manica, Sofala e Zambézia. É limitada a norte pela Zâmbia, Malawi província de Niassa e de Nampula. A Sul, pelas províncias de Gaza e Inhambane Este, é banhado pelo Oceano Índico e a Oeste pela República de Zâmbia e República do Zimbabwe. Situação astronómica entre os paralelos 14º 00’ S e 21º 33’ S e pelos meridianos 30º 12’E e 39º07’E.

T

Província de Sofala

Sofala é uma província de Moçambique. Situa-se na região centro do país, com uma longa costa, numa reentrância do canal de Moçambique. A sua capital é a cidade costeira da Beira, localizada a cerca de 1190 km a norte da cidade de Map uto , capital do país. Com uma área de 67 753 km², esta província está dividida em 12 distritos.

Com pouco mais de 1.640 mil residentes, a população de Sofala cresceu 21,5%, entre 1997 e 2007, tendo sido contabilizado um aumento de mais de 350 mil habitantes neste período.

Sofala encontra-se no Centro de Moçambique, sendo um importante Ponto de confluência nas ligações entre o Sul, o Norte e o Oeste; através do corredor da Beira, uma via importante e muito antiga, usado pelos países do interland.

É limitada a Norte por Tete e Zambézia, a Sul por Inhambane, a Oeste por Manica e a Leste pelo Índico.

O principal centro urbano é a cidade da Beira, erguida um pouco a norte da antiga cidade de Sofala sobre terrenos anteriormente pantanosos junto a uma baía onde se localiza um dos principais portos do País e de África

Provincia de Manica

A província de Manica, está localizada na região centro de Moçambique A sua capital é a cidade de Chimoio a cerca de 1100 km a norte de Maputo, a capital nacional, e a cerca de 200 km a oeste da costeira cidade da Beira. Com uma área de 1.412.248 km², esta província está dividida em 9 distritos e possui, desde 2008. É na província de Manica que se encontra ponto mais alto de Moçambique: o Monte Binga com uma altitude a rondar os 2436 m.

Localizada no interior do Centro do País, tem como limites a Norte a Província de Tete, a Sul as Províncias de Inhambane e Gaza, a Leste a Província de Sofala, e a Oeste o Zimbabwe.
A Província de Manica encontra-se numa das zonas mais elevadas de Moçambique, sendo nela que nascem muitos dos rios que descem para Leste em direcção ao Índico.
Nas suas montanhas nascem águas de elevada pureza, sendo as da serra do Vumba já comercializadas, com distribuição e excelente aceitação em quase todo o País.

Provincia de Tete

Tete é uma província da região central de Moçambique, A sua capital é a cidade de Tete, localizada a cerca de 1570 km a norte da cidade de Maputo, a capital do país. Com uma área de 98 417 km², esta província está dividida em 12 distritos.

A província é a única de Moçambique em contacto fronteiriço com 3 países. Tete é atravessada pelo rio Zambeze e é na sua parte média que se encontra a barragem de Cahora Bassa , uma das maiores do continente africano.

É ainda na Província de Tete, que localiza-se a gigantesca barragem de Cahora Bassa, a 2ª maior de África e a 5ª no Mundo, com uma albufeira que ocupa uma área de 2000 Km2, com 270 Km de comprimento e que na sua maior largura atinge 30 Km.

Habitada predominantemente pelas etnias Nyanja, Nyungue e Sena, é uma região rica em recursos minerais e com aptidão para a agricultura e a pecuária, tendo também no ecoturismo forte potencial para desenvolver.

Província da Zambezia

A Província da Zambézia é uma das províncias da região centro de Moçambique, a sua capital província é a cidade de Quelimane, a cerca de 1600 km ao norte de Maputo. Com uma área de 103 478 km², está dividida em 16 distritos. Localizada na região Centro do País tem como limites a Norte as Províncias de Nampula e Niassa, a Sul Sofala, a Oeste o Malawi e a Província de Tete, e a Leste o Oceano Índico.

Dispondo-se em anfiteatro voltado para o Índico, a vegetação vai mudando à medida que a altitude aumenta. Assim, enquanto nas zonas planas, junto à costa, se encontram extensos palmares, nas zonas mais elevadas do Gurué predominam as rasteiras e verdejantes plantações de chá. Entre elas, as culturas de algodão, os pomares e espécies exóticas, marcam a paisagem com as suas diferentes colorações.

A Zambézia, atravessada por numerosos rios de vales verdejantes, é um habitat privilegiado para uma fauna diversificada que inclui grandes mamíferos e aves que se podem observar na reserva do Gilé, no distrito do mesmo nome, na reserva florestal de Derre, no Distrito de Morrumbala, onde se pode encontrar a palapala cinzenta, e na reserva de caça Madal Safaris no Distrito de Chinde com uma enorme variedade de aves.

História

Moçambique era uma província, Portuguesa...